Insuficiência venosa crônica: sintomas e tratamentos possíveis

Home » Blog » Insuficiência venosa crônica: sintomas e tratamentos possíveis
Paciente com insuficiência venosa crônica

Insuficiência venosa crônica: sintomas e tratamentos possíveis

Neste artigo abordamos a insuficiência venosa crônica (IVC). Este é um quadro clínico que atinge até 17% dos homens e 40% das mulheres entre a população ocidental. No Brasil, as estatísticas confirmam incidência similar.

Desse modo, é importante entender o que seja a insuficiência venosa crônica, bem como seu diagnóstico. Ainda, vamos descobrir seus sintomas, tratamentos e outras formas especiais em que se manifesta.

O que é insuficiência venosa?

A insuficiência venosa crônica é uma doença caracterizada pela dificuldade na circulação do sangue nos membros inferiores. Assim como o nome já indica, esta doença venosa se manifesta de forma continuada nos seus portadores.

Nesse sentido, pode-se dizer que a insuficiência venosa crônica seja a doença mais ampla em que se manifestam quadros mais específicos como as telangiectasias, veias reticulares e varizes.

Como a IVC se apresenta exatamente?

A insuficiência venosa crônica acontece quando o sangue tem dificuldade de retornar das pernas em direção ao coração. De acordo com o que já vimos sobre circulação sanguínea, o fluxo faz seu caminho de volta ao coração através das veias. Neste trajeto dentro das veias o sangue flui através de válvulas, que regulam seu fluxo.

Assim sendo, estas válvulas têm um sentido único de abertura. Com efeito, isso permite que o fluxo sanguíneo efetivamente escorra pela veia no seu retorno ao coração. Este fluxo é também auxiliado pela pressão dos músculos da região, que comprimem levemente as veias. Os estágios de funcionamento destas válvulas são quatro:

  1. abertura;
  2. equilíbrio;
  3. fechamento;
  4. fechada.

Quando estas válvulas venosas apresentam irregularidade no funcionamento em alguma destas fases, o sangue passa a enfrentar resistência no retorno ao coração. É esta resistência que caracteriza a insuficiência venosa crônica. Como consequência temos a dilatação das veias, aumento da pressão interna e a não circulação do sangue como esperado.

Veja no vídeo abaixo (produzido pela Bupa Health), uma animação de como isso acontece:

Causas da insuficiência venosa

Conforme vimos acima, a insuficiência venosa crônica é causada primordialmente pelo mau funcionamento das válvulas venosas. Certamente existem fatores que causam estes problemas no funcionamento.

Em primeiro lugar entre as causas vem a existência de coágulos nas veias profundas das pernas. Em outras palavras, é o quadro conhecido como trombose venosa profunda ou TVP. Mais especificamente, estes casos resultam em síndrome pós-trombótica.

Secundariamente, são causas da insuficiência venosa crônica:

  • a trombose de veias superficial: ocorre de maneira similar a TVP, porém o coágulo se localiza em veias mais superficiais. Assim sendo, trata-se de veias de menor calibre e, portanto, menor risco para a saúde do portador;
  • as varizes;
  • a flebite: neste artigo descrevemos em detalhes a flebite e a tromboflebite;
  • a síndrome de May-Thurner: quadro em que a veia femoral é comprimida, dificultando a passagem do sangue.

Por fim, podemos citar como causas alguns hábitos nocivos à boa circulação sanguínea, frequentes nos casos de varizes:

  • sedentarismo;
  • permanecer por longos períodos na mesma posição, seja sentado seja em pé;
  • tabagismo;
  • idade;
  • obesidade.
Veia parcialmente obstruída pela gordura
Veia parcialmente obstruída

Certamente adotar bons hábitos de saúde é um importante fator para evitar as dificuldades circulatórias que conduzem a insuficiência venosa crônica. Afinal, um corpo ativo é um corpo saudável!

Quais são os sintomas da insuficiência venosa crônica?

Agora que já sabemos o que é, vamos detalhar quais são os sintomas da insuficiência venosa crônica. Os principais sintomas da IVC são

  • inchaço na parte inferior das pernas e tornozelos, sobretudo após longos períodos em pé;
  • dor e cansaço nas pernas;
  • câimbras e formigamento das pernas;
  • pele das pernas com aspecto de couro;
  • coceira nas pernas e/ou pés;
  • escamação da pele da região;
  • úlcera venosa;
  • surgimento de telangiectasias e varizes nas pernas.

Além disso, o não tratamento da insuficiência venosa quando sintomas mais leves se apresentam, como o inchaço, acarretará o agravamento do quadro. Nessa hipótese, os vasos mais finos presentes poderão se romper. Consequentemente, aumentará a inflamação e o dano ao tecido atingido e, num cenário pior, levar ao surgimento das úlceras.

Médico enquanto examina perna de paciente
Médico examinando perna de paciente

Como se diagnostica?

Sobretudo, o diagnóstico de insuficiência venosa crônica é clínico. Portanto consultar seu cirurgião vascular de confiança é essencial. De fato, a presença dos sintomas citados acima poderá ser confirmada por ele.

Além disso o médico poderá fazer um exame com ecodoppler para certificar-se das dificuldades de circulação na região afetada. Esse exame é externo, completamente indolor, e não tem nenhuma contra-indicação.

Insuficiência venosa crônica: quais os tratamentos?

Certamente os tratamentos indicados para a IVC variam com o seu estágio de evolução. Assim, caso a insuficiência seja tratada ainda no começo, algumas mudanças de hábito por parte do paciente poderão contê-la. Principalmente trata-se da adoção de um estilo mais saudável:

  • emagrecimento, nos casos de obesidade;
  • prática de atividade física com regularidade;
  • elevar as pernas quando em repouso, facilitando o escorrimento do fluxo sanguíneo pelo corpo;
  • não permanecer na mesma posição por tempo prolongado.

Conforme o caso, também poderão atuar no tratamento da insuficiência:

  • uso de meias de compressão para auxiliar a circulação sanguínea;
  • anticoagulantes podem ser prescritos pelo médico;
  • o tratamento das veias alteradas através de um procedimento como a escleroterapia ClaCS;
  • alguns casos específicos podem conduzir a uma cirurgia.

A insuficiência venosa crônica e “seus remédios”

Como vimos, a insuficiência venosa crônica atinge uma parcela representativa da população do Brasil e do mundo. Poucos sabem que dentro de nossas veias estão as válvulas, que cumprem um papel decisivo no retorno do sangue das pernas até o coração, contra a força da gravidade.

Contudo, em casos menos graves, a simples adoção de hábitos mais saudáveis pode controlar a insuficiência. Já em outros casos como a TVP, ou mesmo casos mais graves de varizes, é fundamental consultar seu médico. Após exame clínico e de imagem, ele indicará o melhor tratamento para seu caso específico.