5 hábitos que ajudam a evitar as varizes

Home » Blog » 5 hábitos que ajudam a evitar as varizes
5 hábitos que ajudam a evitar as varizes

5 hábitos que ajudam a evitar as varizes

Varizes nas pernas são facilmente avistadas e podem ser fonte de grande insegurança. Esses problemas circulatórios manifestam-se majoritariamente entre mulheres e pessoas acima de 50 anos.

As varizes causam problemas que vão além do desconforto estético. Podem causar inchaços, peso nas pernas e cansaço.

Ainda, as varizes não se limitam a um grupo específico de pessoas. Qualquer indivíduo está vulnerável a esse problema.

Então, como prevenir varizes?

Para chegar à resposta, em primeiro lugar é interessante quais são suas principais causas.

Fatores de risco para varizes

As varizes estão em grande parte relacionadas a predisposições familiares e herança genética. Portadores de varizes que “herdam” a condição dos pais são estimados em 80% dos doentes de varizes.

Além da genética, outros fatores de risco podem convergir em varizes:

  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Muito tempo em pé ou sentado;
  • Constipação intestinal;
  • Uso continuado de hormônios como os contraceptivos.

O que é bom para minimizar o surgimento de varizes?

Pedaladas, corridas e aeróbica

As atividades aeróbicas aumentam o ritmo cardíaco e fazem o sangue circular pelo corpo. Manter a prática de atividades aeróbicas é uma medida fundamental para a saúde do corpo humano.

Nesse contexto, o ciclismo é um exemplo de atividade a se adotar. Em primeiro lugar, a prática fortalece as batatas da perna (panturrilha), bombeando o sangue pela região que costuma ser a mais comum para o aparecimento das varizes: as pernas. Além disso, a velocidade, a sensação de controle e a exposição ao ambiente ao redor podem estimular o praticante positivamente.

Caminhada

A caminhada também é uma boa opção e tem a vantagem de não demandar equipamentos e sequer grandes espaços, diferentemente do ciclismo.

Médicos afirmam que mesmo pequenas caminhadas, como circular no espaço da casa ou do trabalho podem ser benéficas. Subir e descer escadas também é melhor do que manter-se sedentário.

Obviamente, caminhar numa esteira ou num bom ambiente externo é preferível. O fundamental é implementar uma rotina regular de exercícios.

Dieta rica em fibras

A constipação intestinal é um dos fatores que estimulam o desenvolvimento de problemas circulatórios. Por isso, uma dieta rica em fibras pode ajudar a evitar varizes.

Elevar as pernas

Depois de um dia de trabalho, não há nada como colocar as pernas para cima e relaxar. Muita gente não sabe disso, mas o hábito ajuda a evitar problemas circulatórios como varizes.

Retirar os calçados e apoiar as pernas por cerca de meia hora facilita o fluxo sanguíneo pelas extremidades dos membros inferiores.

Cuidado com o salto alto

Usado com grande frequência, o salto alto restringe a circulação sanguínea da batata da perna (panturrilha). Isso pode gerar varizes a longo prazo.

Não é o caso de abolir os calçados, mas sim de moderar seu uso, especialmente os saltos altíssimos.

O pé reto também exige mais esforço dos músculos para bombearem o sangue de volta ao coração. A dica é usar saltos médios com 1 a 2 cm.

O que é bom para varizes?

O grande denominador comum entre essas medidas é apenas um: manter ativa a circulação sanguínea.

Conclusão

Varizes têm cura? Não. Mas agora você sabe como melhorar a circulação das pernas. Seguindo esses cinco hábitos, as chances são boas de evitar ou retardar o aparecimento do problema.

Na Clínica Zignani, a sua circulação sanguínea e o bom funcionamento de suas veias é a nossa prioridade. Aqui você encontra atendimento profissionalizado em consultas regulares, procedimentos e tratamentos.