Todos os mitos sobre as varizes

Home » Blog » Todos os mitos sobre as varizes
Todos os mitos sobre as varizes

Todos os mitos sobre as varizes

Varizes são um incômodo bastante comum no Brasil. Elas atingem cerca de 38% da população geral brasileira, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Infelizmente, a desinformação a respeito do tema também é bastante difundida. Por causa dela, os portadores de varizes podem criar falsas preocupações e convicções sobre a doença.

Por isso, desmistificamos todos os mais populares mitos sobre as varizes. Confira os mitos e verdades sobre varizes!

Varizes afetam apenas mulheres?

Apesar de a incidência de varizes ser superior em mulheres do que em homens, essa não é uma exclusividade delas. Estima-se que mulheres tenham três vezes mais varizes do que homens.

Salto alto causa varizes?

Os saltos altos por si só não causam varizes, mas pode existir uma relação entre varizes e salto alto. Acontece especialmente quando quem os calça tem predisposição genética ao problema, uma rotina sedentária e obesidade.

Calçados de salto alto podem dificultar a contração da batata da perna (panturrilha), responsável por auxiliar o retorno do sangue da perna para o coração. Assim, a quantidade de sangue bombeado pode ser insuficiente e causar má circulação – e varizes.

Anticoncepcionais causam varizes?

Esse mito merece atenção. A exposição a certos hormônios de maneira ininterrupta aumenta a chance de varizes. Alguns hormônios como o estrogênio e a progesterona, presentes em alguns anticoncepcionais, alteram a circulação do sangue e isso pode causar ou até piorar varizes.

Quem tem varizes pode tomar anticoncepcional. Um médico poderá receitar o contraceptivo mais indicado ao seu caso.

Varizes só afetam idosos?

Pessoas de todas as idades estão sujeitas às varizes. O aparecimento delas é mais comum a partir de 35 anos – ainda assim, bem antes da terceira idade.

Varizes sempre podem ser vistas?

Embora muitas delas sejam superficiais e visíveis por sob a pele, outras são identificadas somente através de exames de ecografia.

Varizes são curáveis?

Infelizmente, são problemas crônicos. Contudo, elas podem ser tratadas. Há diversos tipos de tratamento, que variam com a intensidade do problema por pessoa.

As varizes também podem voltar a aparecer depois do tratamento. Para evitar que isso aconteça, o monitoramento delas e a aplicação de rotinas saudáveis muitas vezes são implementados após procedimentos cirúrgicos e terapias.

Varizes apenas podem ser tratadas com cirurgia?

Curiosamente, esse mito já foi um fato. Mas na atualidade há maneiras muito menos invasivas de tratar esse problema.

Há diversos tipos de aplicações e de escleroterapias, que empregam outras tecnologias como o laser e a criogenia. Os diagnósticos mais precisos e as inovações trouxeram facilidades, tornando os procedimentos mais rápidos e praticamente indolores.

Dito isso, em alguns casos a cirurgia ainda é a solução mais apropriada. Tudo depende do diagnóstico médico.

A cirurgia de varizes é arriscada?

A cirurgia de varizes é um procedimento seguro, comumente praticado em diversos centros cirúrgicos com altas taxas de sucesso. Como em toda e qualquer cirurgia, em casos excepcionais pode haver algum tipo de complicação.

Além disso, os diagnósticos estão cada vez mais precisos e os resultados cada vez mais satisfatórios.

O pós-operatório da cirurgia de varizes é longo e sofrido?

Há restrições, mas não são severas. O paciente da cirurgia de varizes recebe alta no mesmo dia. Já a recuperação pós-operatória varia conforme o método da cirurgia, podendo se estender de 1 a 7 dias.

A liberação para algumas atividades diárias virá com o acompanhamento médico. Será o especialista que dirá quanto tempo após cirurgia de varizes pode dirigir ou se após cirurgia de varizes pode usar salto, por exemplo.

A cirurgia de varizes compromete a circulação para sempre?

As varizes geram a dilatação indevida de certas veias, aumentando a pressão sanguínea nestas veias. Isso sobrecarrega a circulação da região afetada.

Depois de uma cirurgia, o organismo se adapta naturalmente à retirada das veias doentes. A circulação no local prejudicado terá melhoria.

Cruzar as pernas é causa de varizes?

Permanecer de pernas cruzadas por bastante tempo pode causar formigamento, mas não causa problemas de circulação crônicos.

Exercícios de impacto provocam varizes?

Esse tipo de exercício está cada vez mais comum em academias pelo Brasil e pode causar muitos tipos de lesões: no joelho, nas articulações, na coluna e outras mais. Porém, não estão associadas ao aparecimento de varizes.

O mesmo não pode ser dito sobre a musculação feita em excesso. O excesso de exercícios com muita carga e com muitas repetições pode exercer pressão excessiva sobre certas veias e provocar refluxo sanguíneo. Essas anomalias circulatórias eventualmente podem resultar em varizes.

Por outro lado, uma boa rotina de musculação e de exercícios aeróbicos reforça o funcionamento do sistema circulatório. Em tempo: sim, quem tem varizes pode fazer caminhada.

Alguns alimentos previnem varizes?

Nem a prevenção nem a formação de varizes são influenciados por grupos específicos de alimentos.

Conclusão

As varizes são um assunto que ainda é rodeado de mistificações e desinformação. Você notou a aparição delas nas suas pernas? Agende uma consulta e receba os cuidados de profissionais especializados com acesso a uma estrutura de ponta para tratar as varizes.